Perguntas Frequentes – FAQ


  • O site é confiável?

O nosso site é totalmente confiável, trabalhamos com as plataformas mais profissionais e protegidas do mundo. O PagSeguro e o PayPal, que são nossas plataformas de recebimento tem suas políticas e privacidades. (https://pagseguro.uol.com.br/conta-digital/compra-protegida#rmcl) ou (https://www.paypal.com/br/webapps/mpp/paypal-safety-and-security)

Também temos a segurança SSL, que por Lei é obrigatório que todas as lojas online no Brasil tenham, pois eles criptografam todas as transações feitas no site, mantendo o sigilo de todas as informações.

Caso você tenha alguma dúvida, entre em contato conosco:

(61) 9 9924 0332 (whatsapp)

atendimento@tropeiros.net

info@tropeiros.net

sales@tropeiros.net

  • Todos os produtos acompanham o código de rastreio?

Sim, todos os produtos vendidos em nossa loja possuem códigos de rastreamento válidos nacionalmente.

Você irá receber o código de rastreio entre 8 a 15 dias úteis, este é o prazo que nossos fornecedores pedem. Se mesmo após este período você não tiver recebido, entre em contato conosco.

  • Posso ser taxado na Alfândega brasileira?

Conforme o Decreto Lei 1.804/80, artigo sobre importações, é explícito que todo produto importado poderá ser taxado se passar do valor de US$ 50 (cinquenta dólares norte-americanos, ou o equivalente em outras moedas).

Cotação do Dólar (atual): https://www.bcb.gov.br/estabilidadefinanceira/fechamentodolar 

A grande maioria dos nossos produtos estão abaixo desse valor, porém pode ocorrer que o produto seja taxado dependendo do tamanho da mercadoria. Caso isso ocorra com seu produto, entre em contato conosco para que possamos te orientar em como proceder.

Informamos que em caso de produtos taxados, será de total responsabilidade do consumidor final realizar o pagamento do valor cobrado.

Mitos ou verdade?

  • Se você fizer uma compra de vários itens que, no pacote, não exceda os 50 dólares, não pagará imposto;
  • Envio de itens como presentes não 'dobram' a alfândega. Os impostos serão cobrados do mesmo jeito se o valor da compra ultrapassar o limite de US$ 50 (cinquenta dólares norte-americanos, ou o equivalente em outras moedas);
  • Lotes de importações são proibidos pela Receita Federal.